Consumo de frutas aumentam por conta do calor


Últimos Vídeos

18/12/2018
PREGÃO PRESENCIAL Nº 014/2018

13/12/2018
PROCEDIMENTO LICITATÓRIO N.º 007/2018

14/11/2018
PREGÃO PRESENCIAL N.º 012/2018

ver todas as licitações em andamento.
 
  Renda portuguesa

A renda portuguesa é uma planta herbácea, também considerada uma samambaia, originária das ilhas Fiji e Austrália, e que está muito bem adaptada ao clima brasileiro.
 
Sua folhagem, de cor verde clara, confere ao local um belo efeito ornamental, em função dos desenhos e formato de suas folhas.
 
A renda portuguesa deve ser colocada em local sombreado, mas que tenha boa luminosidade, e ser irrigada no verão pelo menos três vezes por semana.
 
Geralmente é cultivada em vasos ou jardineiras, em ambientes internos ou varandas, como também pode ser utilizada em projetos paisagísticos, desde que o local seja apropriado para seu cultivo.
 
É uma planta que pode ser empregada em jardins verticais, pois aceita ser colocada nesta posição.
 
Um segredo para que se mantenha sempre bela, é efetuar uma poda no inverno. Esta poda consiste em cortar as hastes/folhas, deixando apenas os rizomas. Assim no inicio da primavera já estarão nascendo novas hastes, que crescerão com mais vigor.
 
Sua multiplicação ocorre pela divisão de seus rizomas. A renda portuguesa é comercializada no Mercado de Flores da Ceasa Campinas em cuias ou vasos unitários, como também em caixas com 12 mudas.

 

Autor: Ana Rita Pires Stenico, engenheira agrícola e gerente do Mercado de Flores da Ceasa


+ Dicas

 

Desenvolvido por: CiaPixel Agência Digital