Consumo de frutas aumentam por conta do calor


Últimos Vídeos

18/12/2018
PREGÃO PRESENCIAL Nº 014/2018

13/12/2018
PROCEDIMENTO LICITATÓRIO N.º 007/2018

14/11/2018
PREGÃO PRESENCIAL N.º 012/2018

ver todas as licitações em andamento.
 
  Caqui

Caqui
Originário da China e do Japão, o caqui se deu muito bem no Brasil devido ao clima tropical. Cultivada em praticamente todo o país, a fruta é excelente fonte de vitaminas E e C - que auxiliam na defesa e manutenção do organismo - e sais minerais como ferro, fósforo e cálcio.
Sua colheita começa no final de janeiro e vai até agosto, com o pico da safra entre os meses de março e maio, quando sua oferta aumenta nas feiras e supermercados.
Delicado e com casca muito fina, o caqui precisa ser bem embalado para a venda. Na hora da compra, deve estar livre de rachaduras, firme e com a coloração uniforme.
Quando a fruta não estiver totalmente madura, deixar em local fresco e arejado para completar a maturação. E se estiver madura, conservar em geladeira por 4 a 5 dias.
Pesquisas comprovam que a fruta reduz em até 90% os danos causados em tecidos celulares. Isso significa que, além de saboroso, o caqui é um aliado na prevenção de placas de gordura nas artérias e males como o câncer. O benefício só é possível graças a ingredientes como os carotenoides, os pigmentos que dão o tom avermelhado à fruta. Eles estimulam a comunicação entre as células e controlam a sua multiplicação. Como contém betacaroteno — que é o precursor da vitamina A —, afasta os problemas cardiovasculares, protege o sistema imunológico e preserva a saúde dos olhos.
Essa delícia ainda auxilia o desenvolvimento ósseo, retarda o envelhecimento e vai deixar suas unhas e cabelos mais fortes e bonitos. Além disso, é fonte de licopeno, um fitoquímico com importante atuação na defesa do organismo, contribui para o bom funcionamento do intestino, por conter fibras, e atua como calmante, devido à alta concentração de açúcar e frutose, razão pela qual deve ser consumida moderadamente, em especial por diabéticos.
Em um caqui médio ou em 100 gramas
  • Calorias - 71 kcal
  • Fibras - 6,5 g
  • Cálcio - 18 mg /li>
  • Vitamina C - 29,6 mg
  • Potássio - 164 mg
  • Fósforo - 18 mg
  • Carboidrato - 19,3 g
Fonte: Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (Taco)
Compota de caqui
Ingredientes:
· 8 caquis tipo rama forte bem maduros e firmes
· 1/2 xícara (chá) de açúcar cristal
· 1/2 xícara (chá) de água
· 2 cravos
· 1 pedaço de canela em pau
Modo de preparo:
Lave e descasque os caquis e corte-os ao meio. Na panela de pressão, coloque o açúcar, a água, o cravo, a canela e leve ao fogo, sem tampar. Quando o açúcar formar uma calda rala, coloque os caquis e deixe ferver em fogo alto por dois minutos, sem tampar. Desligue o fogo, tampe a panela de pressão e deixe até que esfrie. Coloque em uma travessa de vidro e tampe bem. Conserve na geladeira
 
Preparo: Médio (de 30 a 45 minutos)
Rendimento: 4 porções
Dificuldade: Fácil
Categoria: Doce caseiro
Calorias: 225 por porção
 
Fonte:
http://www.brasilcult.pro.br/frutas/frutas08.htm
+ Dicas

 

Desenvolvido por: CiaPixel Agência Digital