Consumo de frutas aumentam por conta do calor


Últimos Vídeos

18/12/2018
PREGÃO PRESENCIAL Nº 014/2018

13/12/2018
PROCEDIMENTO LICITATÓRIO N.º 007/2018

14/11/2018
PREGÃO PRESENCIAL N.º 012/2018

ver todas as licitações em andamento.
 
  Alho

O alho é utilizado na alimentação desde a Antiguidade. Povos como os egípcios, indianos, gregos e romanos já tinham a visão de que o alho continha propriedades benéficas à saúde humana.

Os estudos científicos identificaram a presença de vários compostos que agem terapeuticamente no tratamento de parasitoses, desconfortos gastrointestinais, dislipidemias, verminoses intestinais, na doença hipertensiva, cardiovascular, câncer, além das atividades anti-inflamatória, antimicrobiana e antiasmática.

O tipo e a concentração dos compostos extraídos do alho dependem do seu grau de maturação, práticas de produção de cultivo, localização na planta, condições de processamento, armazenamento e manipulação. Aliina é o aminoácido presente no alho intacto, quando o produto é esmagado ou cortado essa substância sofre conversão enzimática em alicina pela enzima Alinase. Assim sendo, a melhor forma de consumo do alho é mastigá-lo ou ingerindo-o fresco, e sem que haja ação de calor ou qualquer outro tipo de tratamento térmico. Pois a alicina perde suas propriedades logo após essa ação.

Não existe consenso quanto à recomendação de alho que deve ser consumida para a prevenção de fatores de risco cardiovascular, porém a American Dietetic Association (ADA,1999) indica o consumo de 600-900 mg de alho/dia (peso médio de um dente).

Na compra do alho, é importante observar que uma cabeça firme indica um alho mais fresco. O alho deve ser mantido em lugar seco e não no refrigerador. Um bulbo de alho consiste geralmente cerca de 12 dentes protegidos por uma casca do tipo pergaminho. Se a cabeça de alho estiver muito macia, significa que o mesmo não está fresco e é melhor não o utilizar. Depois de colhido, o bulbo de alho pode ser armazenado por seis meses a um ano.

Receita

Molho para salada verde

Ingredientes:

·         Suco de 1 limão,

·         1 colher sopa de mostarda,

·         2 colheres de azeite de oliva,

·         1 colher de chá de orégano,

 

Autor: Alice Lívia de Campos, Técnica em Nutrição, CRN 114438/TP


+ Dicas

 

Desenvolvido por: CiaPixel Agência Digital