Consumo de frutas aumentam por conta do calor


Últimos Vídeos

18/12/2018
PREGÃO PRESENCIAL Nº 014/2018

13/12/2018
PROCEDIMENTO LICITATÓRIO N.º 007/2018

14/11/2018
PREGÃO PRESENCIAL N.º 012/2018

ver todas as licitações em andamento.
 
  Quinoa

A Quinoa (Chenopodium quinoa Willd) foi introduzida em nosso país na década de 1990, porém faz pouco tempo que tornou-se mais conhecida entre os brasileiros. Na região dos Andes, seu lugar de origem, o produto é cultivado há milhares de anos. O alimento ganhou visibilidade após várias descobertas de benefícios que são alcançados a partir da sua ingestão.

Cada 100 gramas de Quinoa contêm 15 gramas de proteínas, 68 g de carboidratos, 9,5 mg de ferro, 286 mg de fósforo, 112 mg de cálcio, 5 g de fibras e 335 kcal. Segundo a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, a Quinoa é um dos alimentos mais completos que existem.

Nosso corpo depende de alguns aminoácidos para funcionar corretamente, os que não são produzidos em nosso corpo precisam ser adquiridos através da alimentação. A Quinoa possui esses aminoácidos (chamados essenciais), por isso é considerada um alimento de alto valor biológico.

Rica em zinco, cálcio e ferro, a concentração deste último, segundo especialistas, pode auxiliar na redução da anemia. Suas quantidades significativas de ômega 3 e 6 são importantes aliados na prevenção de doenças cardiovasculares e redução do colesterol. Ela também ajuda no fortalecimento dos ossos e prevenção de doenças como osteoporose e hipertensão, devido a suas quantidades de cálcio.

Rica em fibras, a Quinoa dá a sensação de estômago cheio, fazendo dela um auxiliar da dieta. E os fitoestrogênios, substâncias naturais que "imitam" a ação do estrogênio no organismo, ainda combatem os sintomas da TPM e da menopausa.

Ao contrário de outros, esse grão não possui glúten, possibilitando a ingestão por celíacos (alérgicos ao glúten). Pessoas que praticam esportes ou exercícios físicos, também podem ser beneficiados, já que a quinoa recupera as fibras musculares e possui pouca gordura e colesterol e é de fácil digestão.

As sementes podem ser utilizadas na composição de saladas, sopas e molhos.  Com a farinha é possível preparar: pudins, pães, panquecas, biscoitos e até bebidas.

 

Sugestão de uso:

Suco de melancia com Quinoa e gengibre

Ingredientes: 1 fatia grande de melancia/ 1col (café) de gengibre picado/ 1col (sopa) de flocos de Quinoa/ 100ml de água de coco

Modo de preparo: Bata todos os ingredientes no liquidificador e consuma na hora.

 

 

Autor: Alice de Campos, Tecnica em Nutricao (CRN/T 114438/P)


+ Dicas

 

Desenvolvido por: CiaPixel Agência Digital