Consumo de frutas aumentam por conta do calor


Últimos Vídeos

24/01/2019
PREGÃO PRESENCIAL N.º 017/2018

24/01/2019
PREGÃO PRESENCIAL N.º 018/2018

24/01/2019
PROCEDIMENTO LICITATÓRIO N.º 005/2018

ver todas as licitações em andamento.
 
  Samambaia

Uma das plantas mais antigas e populares do mundo


Com mais de 12 mil espécies presentes no planeta, principalmente em climas tropicais, a samambaia é uma das plantas mais populares do país e mais antigas do mundo, que vai bem tanto em jardins com muita umidade e sombras, quanto em vasos de chão e suspensos. Elas não produzem semente e se reproduzem por intermédio da divisão de touceiras, rizomas (caule em forma de raiz) e por esporos, ou seja, célula reprodutora que apresenta capacidade de germinação, resultando na formação de um novo indivíduo idêntico àquele que o originou. A palavra samambaia é originária da língua Tupi e significa &ldquoaquele que se torce em espiral&rdquo.

 

Os tipos mais comuns da planta são a americana, a paulistinha e a de metro. A produção destas variedades demoram, em média, sete meses no verão e nove meses no inverno até atingir o tamanho ideal de venda. A grande maioria das samambaias não suportam sol pleno, preferindo ambientes sombreados, mas com boa luminosidade. Também não gostam de mudanças de temperatura, nem de luminosidade e umidade local. O vento é um dos maiores inimigos das samambaias, podendo queimar suas folhas. Se as folhas da planta secarem é necessário retirá-las mantendo as sadias e verdes. Outro problema é o uso de água clorada para a rega que pode danificá-la. Para regar as samambaias o ideal é utilizar água de chuva ou isenta de cloro.

 

As samambaias estão disponíveis no Mercado de Flores na Ceasa-Campinas em diferentes embalagens como em cuias de 21 e 25/26 centímetros diâmetro, além dos potes de 26/28 e 30 centímetros de diâmetro.

 

 

 

 

 

 

Entre os principais cuidados com a planta estão:

  • No verão regar de 3 a 4 vezes  por semana,
    no inverno irrigar de 1 a 2 vezes
  • Eliminar ramos secos e doentes
  • Evitar trocá-la de lugar
  • Se possível adubar uma vez por mês,
    utilizando fertilizantes específicos para samambaia

 

 

Autor: Rogério Matiello Vera, téc. de mercado da Ceasa


+ Dicas

 

Desenvolvido por: CiaPixel Agência Digital