Consumo de frutas aumentam por conta do calor


Últimos Vídeos

24/01/2019
PREGÃO PRESENCIAL N.º 017/2018

24/01/2019
PREGÃO PRESENCIAL N.º 018/2018

24/01/2019
PROCEDIMENTO LICITATÓRIO N.º 005/2018

ver todas as licitações em andamento.
 
  Dendrobium

dendro.jpgUma das maiores famílias botânicas de plantas existentes, atualmente classificadas, é a família das Orquidáceas. As orquídeas podem ser encontradas praticamente em todas as regiões do planeta, com exceção da Antártida, porém ocorrem em maior número no sudeste asiático, em regiões montanhosas da Colômbia e do Equador, na Mata Atlântica brasileira, nas montanhas ao sul do Himalaia, na Índia e China, na América Central e na ilha de Madagascar. Atualmente estão classificados aproximadamente 800 gêneros e 25 mil espécies de orquídeas.

 

Nesta época do ano, encontraremos floridas, um gênero de orquídea muito difundida e comum, conhecida como dendrobium ou olho de boneca. A orquídea dendrobium é de fácil cultivo, muito resistente às variações climáticas, e se adaptou muito bem ao clima brasileiro, pois a maioria das espécies é oriunda da Índia, Sudeste asiático, Austrália e Nova Guiné.

 

É encontrada com flores das mais variadas cores: branca, amarela e rosas de várias tonalidades. Apesar de ser indicada para locais claros e luminosos, não é aconselhável estar ao sol no horário das 11h e 15h, ou seja, deve-se evitar o sol forte direto. Quando floridas, podemos deixá-las dentro de casa, para decorar o ambiente, sendo que permanecerá florida até quase um mês. Após o término da floração o ideal é colocá-la para continuar a ser cultivada dependurada embaixo de árvores, em vasos, com substratos de fibra de coco, ou mesmo fixada em árvores ou palmeiras.

 

Quando é época de altas temperaturas recomenda-se fazer a irrigação da planta diariamente. Porém, para qualquer gênero de orquídea, uma boa ventilação e boa secagem das raízes são essenciais para o perfeito desenvolvimento das plantas.

 

A orquídea dendrobium é encontrada no Mercado Permanente de Flores da Ceasa-Campinas ofertadas para comercialização em vasos unitários, em potes de 14 e 15 centímetros de diâmetro, ou em caixas contendo seis vasos, com os preços variando de R$ 40,00 a R$ 120,00 cada caixa.

 

Autor: Ana Rita Pires Stenico, engenheira agrícola e gerente do Mercado de Flores da Ceasa-Campinas


+ Dicas

 

Desenvolvido por: CiaPixel Agência Digital