Consumo de frutas aumentam por conta do calor


Últimos Vídeos

24/01/2019
PREGÃO PRESENCIAL N.º 017/2018

24/01/2019
PREGÃO PRESENCIAL N.º 018/2018

24/01/2019
PROCEDIMENTO LICITATÓRIO N.º 005/2018

ver todas as licitações em andamento.
 
  Azaléia

azaleiaf1.jpgUma das plantas mais comuns e conhecidas no mercado é a azaléia encontrada em várias cores e tons desde brancas e rosas, até na cor roxa, vermelha, lilás, laranja e ainda em sobre tons de várias destas tonalidades.

 

Originária da China e do Japão, a azaléia é um arbusto lenhoso muito ramificado, indicada para plantio isoladamente em jardins, em função de seu porte, que após algum tempo, pode atingir até dois metros de altura, dependendo da espécie.   Porém, algumas variedades, que atingem menor porte, podem ser plantadas para formar maciços ou ser utilizada como bordaduras em projetos paisagísticos.

 

Tolera temperaturas baixas, podendo então, ser utilizada em regiões de clima frio ou ameno. Está disponível no Mercado de Flores da Ceasa-Campinas, em mudas, nas caixas com 15 unidades, ou ainda em vasos de vários tamanhos, desde 13 centímetros de diâmetro até os maiores com plantas que chegam a 1,5 metro de altura.

 

 

Cuidados com a azaléia

 

·         Quando comprar, escolher o vaso ou muda que possuir maior quantidade de botões por abrir, pois assim ela durará por um tempo maior, florida em sua casa.

 

·         Se adquirida em vaso, manter o vaso de azaléia sempre úmido, porém sem excesso de água, senão a flor acabará apodrecendo.

 

·         As regas devem ser feitas de 2 a 3 vezes por semana, durante o verão, e de 1 a 2 vezes no inverno.

 

·         Deixar o vaso em locais com luz indireta e evitar lugares de sol direto, prefira ambientes de meia-sombra.

 

·         A temperatura ideal é de 15ºC, suportando até 28ºC.

 

·         Quando a planta terminar a florada, é aconselhável podá-la e, se bem cuidada, ela voltará a florir em seu período natural (de julho a setembro). Se preferir, pode-se retirá-la do vaso, e plantá-la no jardim.    

 

 

Autor: Ana Rita Pires Stenico, engenheira agrícola e gerente do Mercado de Flores da Ceasa


+ Dicas

 

Desenvolvido por: CiaPixel Agência Digital