Consumo de frutas aumentam por conta do calor


Últimos Vídeos

24/01/2019
PREGÃO PRESENCIAL N.º 017/2018

24/01/2019
PREGÃO PRESENCIAL N.º 018/2018

24/01/2019
PROCEDIMENTO LICITATÓRIO N.º 005/2018

ver todas as licitações em andamento.
 
  Resedá

reseda1i.jpgApesar de existirem várias espécies do gênero Lagerstroemia, uma das mais conhecidas e utilizadas atualmente é a Lagerstroemia indica, ou Resedá, como é conhecido popularmente.

 

Resedá é uma árvore que pode atingir até seis metros de altura, apresenta uma exuberante floração nos meses mais quentes do ano, de novembro a fevereiro. Por apresentar esta floração intensa é considerada muito ornamental e utilizada em projetos paisagísticos na composição de parques e jardins e na arborização de calçadas e canteiros centrais de avenidas. Além disso, tem um tronco ereto com a casca lisa apresentando um efeito "marmorizado" considerado também muito ornamental.

 

Em função de seu pequeno porte e pela característica de suas raízes, que não danificam calçadas ou outras obras civis, tem excelente aceitação na arborização de calçadas em todas as regiões do país. 

 

Embora seja costume podar o Resedá devemos evitar as podas nos meses de início da primavera, pois sua floração forma-se na extremidade dos galhos, formando cachos de flores. É uma árvore rústica e com crescimento rápido.

 

Podemos encontrar Resedás com flores nas cores rosa e branco, as mais comuns, porém existem espécies com flores azuladas e arroxeadas.

        

No Mercado Permanente de Flores da Ceasa-Campinas encontramos as mudas de Resedás em torrões ou potes com alturas variando de 1 até 3 metros. 

 

Autor: Ana Rita Pires Stenico, engenheira agrícola e gerente do Mercado de Flores da Ceasa


+ Dicas

 

Desenvolvido por: CiaPixel Agência Digital