Consumo de frutas aumentam por conta do calor


Últimos Vídeos

24/01/2019
PREGÃO PRESENCIAL N.º 017/2018

24/01/2019
PREGÃO PRESENCIAL N.º 018/2018

24/01/2019
PROCEDIMENTO LICITATÓRIO N.º 005/2018

ver todas as licitações em andamento.
 
  Planta-batom

A planta-batom, do gênero Aeschynanthus, é cultivada em vasos ou jardineiras e seu porte pendente confere ao local um belo efeito decorativo.
 
É assim chamada, pois sua floração ocorre na ponta de suas longas hastes e é semelhante a um batom, formando-se a partir de um cálice de coloração vermelho-arroxeado, cilíndrico, por onde saem as flores de coloração vermelho-carmim.
 
Os vasos ou jardineiras devem ser colocados em locais de meia sombra, pois a planta não é tolerante à insolação direta e nem a ventos. Então, podem ser colocados para decorar ambientes internos, em varandas ou áreas de luz, mas que nestes locais não haja a incidência direta de correntes de ventos ou sol. 
       
Quanto à irrigação, deve-se tomar o cuidado de não encharcar o solo/substrato do vaso, pois, neste caso, poderá ocorrer o apodrecimento das hastes.
 
É uma boa opção para montagem de jardins verticais, combinando com outras plantas tropicais de mesmas características, como bromélias, ripsalis, columéias, etc.
 
A planta-batom é encontrada no Mercado de Flores da Ceasa-Campinas comercializada em vasos unitários ou fixos em placas de bambus.

 

Autor: Ana Rita Pires Stenico, engenheira agrícola e gerente do Mercado de Flores da Ceasa-Campinas


+ Dicas

 

Desenvolvido por: CiaPixel Agência Digital